Modelos vivos

Eu esboço a minha história
Em aulas livres de modelos vivos
E encaro a próxima passagem
Refletindo(-os).

Desprezar a velhice
É perder a síntese,
Melhor seria matar-se na juventude
Por motivo de falta de imaginação
(Que é um excelente motivo).

Agora que é tempo de adentrar
Por fim, o recinto da pitonisa
Ostentando a devida carteirada,
Vou perder isso, minha Deusa?
E ainda tentando macaquear cintura?
Eu, hein?

Die young, live forever
É o melancólico epitáfio dos cagões.
Já eu quero esse pedaço
Que me parece ótimo, apesar de
(e é sempre apesar de, quem disse isso?).

Sigo meus guias,
Pegada sobre pegada
Impressa na lava quente de um mundo em confecção.
Posso não ter seus pendores
Mas calçamos o mesmo número.

mario vargas llosa MaggieSmith leonardcohen Amos-Oz adelia_prado

Anúncios

3 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Daniela Selhorst Lopes
    jan 18, 2016 @ 20:25:49

    Bárbaro!!! Amei!!!

    Resposta

  2. Maria de Lourdes Peres Heredia
    jan 20, 2016 @ 12:15:08

    Que elegância, que aula! Li um monte de posts que não tinha lido hoje. Tudo tão inspirador, Eli! Beijos!

    Resposta

  3. Fabiana
    mar 20, 2016 @ 17:16:56

    Sigo sua trilha, querida linda e musa inspiradora do meu viver!!!

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: